Inteligência Comunitária, Colaboração e Conveniência as chaves que estão Transformando os Negócios e Criando resiliência

Inteligência Comunitária, Colaboração e Conveniência as chaves que estão Transformando os Negócios e Criando resiliência

Resumo do último Coupa Talks com o Arthur Igreja

Quem teve a chance de participar e ouvir o Arthur Igreja no último Coupa Talks, foi provocado a pensar sobre o ‘daqui para adiante’ ou a ‘volta ao normal’.

Provocou também a entender que as mudanças já se estabeleceram, os hábitos já mudaram e principalmente as possibilidades que vislumbrávamos como coisas do ‘futuro’ estão bem na nossa frente, disponíveis e sendo utilizadas massivamente.

Por isso, as empresas, digitais ou não, que se saíram bem na pandemia, foi por estarem constantemente “medindo os sinais vitais” dos seus consumidores, usuários, clientes ou potenciais clientes e, sim, encontraram um jeito de se adaptar rápido e usar o que está disponível em termos de tecnologia e um novo olhar sobre os comportamentos humanos.

Portanto a correlação direta que faço do olhar crítico e inovador do Arthur Igreja, que participou em nossa conversa para Coupa Talks, com o cotidiano das empresas e das iniciativas dessas empresas relacionadas a inovação, transformação digital ou qualquer projeto que vise a agilidade são os seguintes:

“Conveniência é o nome do negócio” e a adoção plena das tecnologias já implementadas

A eliminação de barreiras de utilização dos sistemas é chave. As empresas devem sim se inspirar na conveniência proporcionada pelos serviços online disponíveis a nós como indivíduos e buscar sistemas e soluções amigáveis e que tenham níveis de adoção ideais, para que o retorno sobre esses investimentos se concretizem.

Colaboração versus “segredos corporativos”

Compartilhar melhores práticas, usar a inteligência comunitária como fonte de insights para acelerar e responder a qualquer restrição, nova demanda, melhoria contínua.

A IA se presta a um papel importantíssimo quando automatiza e facilita a gestão do conhecimento, já que este está disponível e é muito amplo. Somos “Smarter Together”.

Agilidade e resiliência

Todos temos certeza de que outras crises e situações inesperadas, pandemias, navios que bloqueiam canais, intempéries de toda sorte virão.

Num mundo cada vez mais conectado, e um crescente foco na resiliência e na capacidade de simular e entender efeitos antes das ações serem colocadas em prática, tem de ser uma busca constante das empresas.

Experimentar e simular rapidamente antes de agir. Isso pode ser um game changer. A diferença entre o sucesso e o fracasso.

Foi um grande prazer ouvir o Arthur Igreja falar sobre a Inteligência Artificial aplicada na prática, e falar com ele sobre como empresas líderes como a Coupa, estão trazendo inovações para ajudar as empresas no Brasil para se transformar e encarar os maiores desafios de negócio.

‘None of us are smarter than all of us’
Kenneth H. Blanchard

ARTIGOS RELACIONADOS

spot_img

MAIS ARTIGOS

7 passos para se ter sucesso no Strategic Sourcing

7 passos para se ter sucesso no Strategic Sourcing Como você desenvolve e nutre parcerias...

Qual a diferença entre TOTAL COST OF OWNERSHIP e...

Qual a diferença entre TOTAL COST OF OWNERSHIP e COST BREAKDOWN? TOTAL COST OF OWNERSHIP...

Quer tirar ideias do papel profissional de Compras? Conheça...

Quer tirar ideias do papel profissional de Compras? Conheça os métodos de Elon Musk! Quer...

As competências essenciais do comprador estratégico – Gestão do...

As competências essenciais do comprador estratégico - Gestão do Tempo No artigo anterior, Comprador Estratégico...

COMPRAS – Uma das áreas mais estratégicas da sua...

COMPRAS – Uma das áreas mais estratégicas da sua empresa! Compras ou Suprimentos, mais conhecidos...

Procurement e Purchasing – Quais são as diferenças?

Saiba por que Procurement e Purchasing não são a mesma coisa e como suas...

MAIS ACESSADOS

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui