Soft Skills: A Diferença Entre Estagnação e Realização

Soft Skills: A Diferença Entre Estagnação e Realização

Eu tenho a oportunidade (e a sorte) de presenciar diariamente a importância das competências comportamentais, as famosas “soft skills“, para o sucesso profissional e pessoal de pessoas nas áreas de Suprimentos e porque não, em diversas áreas de atuação.

Recentemente, participei de uma capacitação sobre o tema (e que bacana ver os líderes priorizando competências socio emocionais!), e a mensagem que mais me marcou foi a de que, embora as pessoas sejam contratadas por suas habilidades técnicas, são as soft skills que determinam seu sucesso ao longo da carreira.

Isso porque quando se está de posse de uma caixa de ferramentas e métodos diversos (técnicas de negociação, strategic sourcing, tco…), saber qual delas usar é competência comportamental que pode ser aprimorada ao longo do tempo.

Uma inquietação diretamente relacionada a essa questão me acompanha constantemente: a curiosidade pode ser ensinada ou é uma característica inata?

Essa inquietude me intriga porque acredito que a curiosidade é a principal força motriz por trás da busca por informação, crescimento e desenvolvimento. Já falei sobre isso recentemente.

Acredito que o autoconhecimento é fundamental para o desenvolvimento de soft skills. Ao nos conhecermos a fundo, podemos entender nossas motivações, valores e pontos fortes e fracos.

Essa compreensão nos permite identificar quais habilidades precisamos desenvolver para alcançar nossos objetivos.

E nos permite respeitar o outro, com quem convivemos e “interdependemos” e nos auto respeitar também, traçando estratégias pra lidar com os mais diversos perfis comportamentais.

No dia a dia, todos nós sentimos a pressão de contribuir com o outro, de fazer nosso trabalho sem prejudicar o dos colegas, de construir relações frutíferas com fornecedores e demais stakeholders.

Essa competência, por exemplo, é a colaboração, uma soft skill essencial para o sucesso de qualquer equipe.

Penso também que um dos elementos que alimenta a curiosidade é ter um senso de propósito nos dá a força e a direção necessárias para superar os desafios e alcançar nossos objetivos.

É o que nos motiva a levantar da cama todos os dias e dar o nosso melhor. É o que nos faz abrir o buscador e procurar o significado de uma palavra, um endereço, um preço, um filme, um fornecedor, etc…

Investir no desenvolvimento de soft skills é investir no futuro. As habilidades comportamentais são essenciais para o sucesso em qualquer área da vida e podem fazer a diferença entre a estagnação e o crescimento profissional e pessoal.

E vale lembrar que é possível desenvolver essas competências por meio de capacitações formais, voluntariado, artes e esportes. São muitas as fontes de exemplo e vivências.

Te convido a exercitar sua curiosidade e refletir sobre suas próprias soft skills: Quais habilidades você precisa desenvolver para alcançar seus objetivos?

Desejo que a curiosidade seja sua amiga nessa reflexão e te leve a lugares incríveis.

Mariana Barreto
Head PG Education | + posts
spot_imgspot_img

Receber Newsletter

Artigos Relacionados

FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais Parte 3

FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais Parte 3 Nos dois primeiros...

Podemos ir além de pedir descontos e negociar estrategicamente!

Podemos ir além de pedir descontos e negociar estrategicamente! Embora...

FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais Parte 2

Implementação do FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais Parte 2 No...

5 estratégias para Compras e Contratações para a área de Marketing!

5 estratégias para Compras e Contratações para a área...

FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais – Parte 1

FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais - Parte 1 FRAME AGREEMENT...
spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui