5 dicas para carreira em transformação: trabalhar dá trabalho

5 dicas para carreira em transformação: trabalhar dá trabalho

O que hoje chamamos de carreira amanhã já não valerá mais. O que será feito da nossa trajetória profissional no mundo VUCA?

Antigamente uma boa posição na empresa em rota ascendente era o que conhecíamos como sucesso na carreira. Hoje, vivemos num mundo cheio de incertezas e precisamos lidar com a mudança diária de conceitos. Como trabalhar e sobreviver nesta conjuntura?

O que se sabe é precisamos romper com esse modelo tradicional e nos questionarmos: o que é fundamental saber, aprender, desenvolver para me manter atrativo no mercado de trabalho?

Hoje, quando pensamos na nossa carreira é preciso analisar caminhos opcionais – e, consequentemente, o desenvolvimento de competências que nem imaginávamos que seria necessário, principalmente resiliência e adaptabilidade. A única certeza que temos é a incerteza que nos cerca e pode nos afetar repentinamente.

Ao mesmo tempo em que tudo isso parece assustador, vemos muitos exemplos de superação com criatividade. O comprador que virou professor e influenciador, o “marketeiro” que abriu uma loja online, o vendedor que desenvolveu um Hub de vendas, inúmeras possibilidades que antes nem nos passavam pela cabeça. Uma coisa é certa, tudo o que nos faz brilhar os olhos pode ser um bom negócio. Tudo que fazemos com entusiasmo pode nos trazer recompensas.

Em qualquer situação, a resiliência tem que ser companheira, pois resultados podem não ser imediatos – o importante é acreditar e persistir, perseverar (outra competência importante).

E o que nos impulsiona? Como sempre digo em treinamentos, é essencial conhecer a nossa meta pessoal, saber nosso propósito de vida, aquilo que nos faz acordar todos os dias. Além disso, vale ficar de olho no nosso próprio marketing pessoal. Como me “vendo”?

Para ajudar você, preparei 5 dicas importantes:

  1. Defina missão, visão e valores – quando definimos nossa própria missão, visão a longo prazo e valores essenciais para se trabalhar torna-se mais fácil escolher onde se trabalhar e o que fazer.
  2. Personal Branding – Qual é a imagem que você passa a seu respeito? Já parou para verificar a percepção de quem está a sua volta, se a percepção dos outros é o que você realmente deseja passar? O que poderia mudar no seu visual, maneira de ser e agir para tornar seu perfil mais atrativo para o seu mercado-alvo? Que competências preciso aprender, desenvolver para me tornar um ativo importante para a empresa?
  3. Storytelling – Como você conta sua história? Lembra de projetos que criou, situações em que foi destaque, prêmios que recebeu, elogios que colecionou na carreira? Já listou suas maiores realizações e melhores histórias? São essas histórias que conquistam quando é entrevistado, interage com seu grupo ou faz negócios para sua empresa.
  4. Networking – Como você interage e alimenta sua rede de relacionamentos? Como ajuda pessoas a seu redor, entendendo que o mundo é redondo? Participa de eventos online, cursos seminários para conhecer novas pessoas e se apresentar? Quais são seus KPIs de networking:  quantos cafés virtuais você toma por semana, quantas reuniões e interações?
  5. Perfil estratégico no LinkedIn – você tem um resumo bem escrito e convidativo para quem vai contratar você? Tem uma boa e profissional foto de perfil e foto de fundo? Descreve suas experiências no LinkedIn de acordo – novamente – com suas conquistas, realizações e resultados? Tem mais que 5 recomendações a seu respeito, destacando diferentes pontos do seu perfil profissional? Tem fotos e mídias no resumo e experiências que contem também a sua história? Tem seu QR code ou sua URL editada no cartão de visita, no e-mail e compartilha com quem conhece?

As dicas vão conduzir você a uma reflexão de como tem trabalhado sua própria imagem dentro do mercado de trabalho. E mais que isso: como se destacar no mercado competitivo em que vivemos.

E como eu disse no início do artigo, trabalhar dá trabalho, crescer na carreira é um caminho de autoconhecimento e reavaliação constante de metas.

Por isso, recomendo fortemente: redesenhe a sua persona profissional (que perfil profissional você tem), crie um Plano de Ação, desenhe uma estratégia vencedora para encontrar seu lugar no mundo corporativo.

Acredite, trabalhe duro que sua hora vai chegar. E compartilhe conosco sua nova história.

 

 

Vera Lorenzo
Inspiring and motivation people to the learning process and transformation is my goal. I founded Fala Company in the Netherlands in 1991 and in Brazil in 1997. We work with language training, Coaching, Leadership training, Team Building, Design Thinking, LinkedIn and all innovative training to help companies and its employees. Our main clients: Michelin, Coca Cola, GE, Saipem, Voltalia, Sascar, Wintershall, CHC, SODEXO, Ball, Warner Music, Farmoquímica, Universal Music, FCC, Venha pra Nuvem, Altera, Petrobras, Fiocruz, PGS, SulAmerica, e muitos outros.  

ARTIGOS RELACIONADOS

spot_img

MAIS ARTIGOS

14 Critérios essenciais para a correta seleção de um...

14 Critérios essenciais para a correta seleção de um software de E-procurement 01 - Full...

As 10 competências essenciais do profissional de compras

As 10 competências essenciais do profissional de compras No último Fórum Econômico Mundial realizado em...

Procurement e o 5G?

Procurement e o 5G? O 5G permite que as empresas executem operações com mais eficiência,...

Tendências inovadoras em tecnologia para as Cadeias de Suprimentos

Tendências inovadoras em tecnologia para as Cadeias de Suprimentos Conheça as tendências inovadoras em tecnologia...

Revenue Management – Gestão de Rentabilidade – Receitas

Revenue Management - Gestão de Rentabilidade - Receitas Pesquisas que integram preços e gestão de...

ESG em Procurement?

ESG em Procurement? Afinal, como devemos abraçar e fazer acontecer? 15 tópicos importantes para...

MAIS ACESSADOS

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui