Metaverso: hype, realidade ou futuro?

Metaverso: hype, realidade ou futuro?

O conceito Metaverso ganhou força na consciência coletiva em outubro de 2021, quando o Facebook passou a se chamar “Meta” e recebeu aportes multibilionários para criar camadas tecnológicas que “transcendem” os limites entre o mundo real e o virtual.

O foco é conduzir as pessoas a vivenciarem experiências em ambientes em que a percepção dos dois mundos praticamente é impercebível.

Porém, engana-se quem acha que isso é uma novidade. O termo Metaverso foi usado pela primeira vez em 1992 pelo escritor Neal Stephenson quando, em seu livro Snow Crash, o protagonista se via em um universo criado por meio da tecnologia, acessado através de óculos e fones de ouvido.

Hoje, o que era um conceito de ficção científica tornou-se uma realidade que nos ajuda a criar conexões sem barreiras físicas.

Nesse ambiente acessado por meio de computadores, celulares, óculos VR (realidade virtual) ou VA (realidade aumentada), é possível incorporar avatares e personas para vivenciar situações e atividades de forma disruptiva.

acessando o metaverso - Blog Na Garage

O universo de jogos online talvez tenha sido o mercado pioneiro nisso. O Second Life, em 2003, teve seu momento de fama, mas perdeu a relevância por fatores que iam desde limitações tecnológicas até a falta de empatia dos usuários com os avatares pouco atrativos.

Hoje em dia podemos citar, como exemplo, a plataforma Roblox, que faz sucesso com o público adolescente e conta com a interação de produtos e serviços de marcas como Gucci e Spotify.

Podemos citar também um show do rapper Emicida exibido por 72 horas em quatro palcos do jogo Fortnite (abril de 2022).

Na realidade, essa “fusão” já vem acontecendo há um considerável tempo e, de certa forma, viveu uma aceleração nos anos de 2020 e 2021, em que o isolamento social popularizou reuniões online, eventos corporativos, e-commerces de todo tipo de produto, meios de pagamento digitais para todos os gostos, entre outros hábitos de consumo que vieram para ficar. 

Há quem diga que o Metaverso é o hype do momento, mas o fato é que em todos os segmentos há empresas de todos os portes surfando nessa onda.

Vivemos tempos de moedas digitais como bitcoins e NFT, de velocidade da internet 5G e 6G e de redes sociais repletas de recursos, filtros e efeitos. Quem poderia imaginar que um dia conversaríamos com robôs em chatbots? 

exemplos de aplicacoes do metaverso - Blog Na Garage

A tecnologia ganhou forças em todos os ambientes digitais, tridimensionais, imersivos e de cocriação em que estamos inseridos.

Os chamados contratos inteligentes (smart contracts) recebem assinaturas digitais, as inspeções de imóveis são registradas com o uso de câmeras e o rastreamento de cargas é feito em tempo real.

Agora imagine que tudo isso dentro de um ambiente 3D em que temos a sensação de ‘caminhar’ e interagir. É o Metaverso dando seus primeiros passos e chegando perto do nosso dia a dia. 

O Metaverso irá impactar a cadeia de suprimentos, trazendo inteligência operacional, eficiência e redução de custos.

metaverso em procurement - Blog Na Garage

Já imaginou as oportunidades para a área de logística? As equipes podem começar a navegar online dentro de armazéns para verificar a disposição de produtos, gestão de estoque e, assim, criar rotas otimizadas para distribuí-los com tecnologias aprimoradas de geolocalização e telemetria.

E, possivelmente, algum desses armazéns estejam a centenas de quilômetros de distância de quem os opera.

As experiências imersivas também farão parte de Procurement, não será necessário aguardar a chegada de uma amostra do fornecedor, será possível acompanhar o processo de produção, independente da sua localização. 

Apesar de já ser uma realidade em muitos setores, o Metaverso ainda tem muito que evoluir e isso demanda atualizações e inovações constantes.

Por ser social por natureza, síncrono e unir experiências, temos muito que nos movimentar livremente nele. Até porque existem diversos nós que precisam ser desatados, entre eles, legislações e aspectos de segurança.

Há muitas perguntas ainda sem respostas, mas uma coisa é fato: o Metaverso já está entre nós e ele é inevitável (mesmo que venha a mudar de nome num futuro próximo!).

E você profissional de Suprimentos, está pronto para mais esse desafio? 

+55 11 4040-7391 | comercial@procurementgarage.com | Website | + posts

A Procurement Garage (PG) é uma consultoria que possui mais de 30 anos de expertise nas áreas de Procurement, Supply Chain e Logística.

Estamos empenhados em te ajudar a reduzir drasticamente as tarefas operacionais e melhorar a experiência nas interações com os fornecedores, stakeholders e liderança junto ao time de Suprimentos.

spot_imgspot_img

Receber Newsletter

Artigos Relacionados

Entrevista com Ramon Farias

Entrevista com Ramon Farias O Blog na Garage entrevistou o...

Recursos Humanos e a Evolução do ESG

Recursos Humanos e a Evolução do ESG Você já se...

Não economize em sua carreira

Não economize em sua carreira Profissional de compras, o ano...

A Importância Vital de um CPO para o Sucesso em Procurement

A Importância Vital de um CPO para o Sucesso...
spot_imgspot_img
Procurement Garage
Procurement Garagehttps://procurementgarage.com/
A Procurement Garage (PG) é uma consultoria que possui mais de 30 anos de expertise nas áreas de Procurement, Supply Chain e Logística. Estamos empenhados em te ajudar a reduzir drasticamente as tarefas operacionais e melhorar a experiência nas interações com os fornecedores, stakeholders e liderança junto ao time de Suprimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui