O etarismo é o problema, mas a experiência é a solução

O etarismo é o problema, mas a experiência é a solução

Com os incontáveis avanços na área da saúde e da tecnologia oportunizando maior qualidade de vida, a humanidade tem vivido mais e melhor.

Por conta disso, é muito natural que as pessoas se aposentem cada vez mais tarde, mantendo sua vida pessoal e profissional ativa por períodos maiores.

Porém, mesmo chegando à terceira idade com disposição e saúde, ainda é comum que quem tenha mais de 50 anos já comece a sentir discriminação por estar envelhecendo.

Essa discriminação passou a ser chamada de etarismo —mas também é chamada de idadismo ou ageísmo.

O etarismo tem sido um desafio também para o mercado de trabalho.

Uma pesquisa realizada recentemente revela que 39% dos profissionais brasileiros acima de 55 anos se sentem excluídos ou descartados do mercado.

Para que essa realidade se transforme é necessário dar foco à inclusão e diversidade, ampliando o quadro de contratações dessa faixa etária e apostar na requalificação desses profissionais.

A solução pode estar em olhar para o público 50+ de forma estratégica, afinal, são pessoas que já possuem senioridade profissional e que podem desenvolver novas funções inclusive em áreas correlatas.

Por isso é tão necessário manter-se atualizado e acompanhar as tendências, pois o mercado vem mudando consideravelmente nesse sentido e ampliando essas oportunidades.

Cada vez mais torna-se necessário repensar as boas práticas de gestão para esse público, pois sabemos que a diversidade geracional nas organizações oferece inovação e muitos benefícios, motivando as empresas e profissionais de RH a desenvolverem soluções e apresentarem caminhos para este tema, afinal, de acordo com o último senso, dependendo da região, um em cada quatro habitantes é idoso.

Somos atualmente uma população mais madura e que continua ativa e produtiva.

Por esta razão, na PG dedicamos total atenção ao tema, ao conduzirmos todos os processos seletivos.

Acreditamos que a experiência precisa e deve ser valorizada, respeitando a dignidade e vivência de todos aqueles que desenvolvem seu trabalho conosco, afinal, “Expertise Matters”, e isso independe de idade.

Mariana Machado
PG Hunting | + posts
spot_imgspot_img

Receber Newsletter

Artigos Relacionados

Recursos Humanos e a Evolução do ESG

Recursos Humanos e a Evolução do ESG Você já se...

Não economize em sua carreira

Não economize em sua carreira Profissional de compras, o ano...

A Importância Vital de um CPO para o Sucesso em Procurement

A Importância Vital de um CPO para o Sucesso...

Desmistificando a Matriz Kraljic em Compras

Desmistificando a Matriz Kraljic em Compras: Um Guia Essencial...

Storytelling em Procurement! A Arte de Encantar e Persuadir em suas Negociações

Storytelling em Procurement! A Arte de Encantar e Persuadir...
spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui