Porque? Ampliando a visão sobre a Requisição

Porque? Ampliando a visão sobre a Requisição

“Quanto é 5 mais 5?” 

“Quais são os dois números que somam 10?”

Que diferença isso faz??? 

Pense comigo…

A primeira pergunta tem apenas uma resposta correta enquanto a segunda tem um número infinito de soluções, incluindo números e frações negativas.

Esses dois problemas matemáticos, que dependem de adições simples, diferenciam-se apenas na maneira como são estruturados.

Porém, a forma como as perguntas são suscitadas podem restringir como também ampliar as possibilidades de respostas, mudando drasticamente o leque de soluções possíveis.

E se agora eu pedisse para você desenhar uma linha entre dois pontos. 

Você provavelmente faria uma linha reta, pois é o caminho mais curto entre os dois. 

Mas se o caso fosse a construção de uma ponte, você não pensaria da mesma forma? Ou seja, sairia buscando os recursos disponíveis e depois de algum tempo me apresentaria uma ponte?

Entretanto, nos dois casos, antes de dar o primeiro passo, você poderia voltar para mim e perguntar: 

“Por que você precisa de uma linha entre dois pontos?” ou “Por que você precisa de uma ponte?” 

Eu provavelmente diria que preciso de uma ponte para chegar ao outro lado de um rio, por exemplo. 

Ahã! Essa resposta abre muitos quadros de possíveis soluções. 

Claramente, existem muitas maneiras de atravessar um rio, além de usar uma ponte. 

Você pode cavar um túnel, pegar uma balsa, remar em uma canoa, usar uma tirolesa ou pilotar um balão de ar quente…

E você pode abrir o quadro ainda mais, perguntando PARA QUE eu quero chegar ao outro lado do rio. E a resposta seria mais valiosa ainda para ampliar mais a gama de soluções!

O processo simples de perguntar expande o cenário de soluções para um problema. 

Ser capaz de observar situações usando uma visão ampliada é extremamente importante para enfrentar todos os tipos de desafios.

Esse exercício pode ser utilizado em qualquer carreira, desde as investigações criminais na busca da solução de uma caso, como também na rotina de compradores que precisam ampliar suas visões sobre a real necessidade de seus clientes internos.

Leonardo Rosa
Executivo de Supply Chain com especialização em projetos de Petróleo e Gás, projeto em MBA de Gestão de Suprimentos, Logística e Supply Chain e Mentor de Carreira para Profissionais de Compras.

ARTIGOS RELACIONADOS

spot_img

MAIS ARTIGOS

7 passos para se ter sucesso no Strategic Sourcing

7 passos para se ter sucesso no Strategic Sourcing Como você desenvolve e nutre parcerias...

Qual a diferença entre TOTAL COST OF OWNERSHIP e...

Qual a diferença entre TOTAL COST OF OWNERSHIP e COST BREAKDOWN? TOTAL COST OF OWNERSHIP...

Quer tirar ideias do papel profissional de Compras? Conheça...

Quer tirar ideias do papel profissional de Compras? Conheça os métodos de Elon Musk! Quer...

As competências essenciais do comprador estratégico – Gestão do...

As competências essenciais do comprador estratégico - Gestão do Tempo No artigo anterior, Comprador Estratégico...

COMPRAS – Uma das áreas mais estratégicas da sua...

COMPRAS – Uma das áreas mais estratégicas da sua empresa! Compras ou Suprimentos, mais conhecidos...

Procurement e Purchasing – Quais são as diferenças?

Saiba por que Procurement e Purchasing não são a mesma coisa e como suas...

MAIS ACESSADOS

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui