Seleção e Priorização de Fornecedores: Análise Multicritério

Seleção e Priorização de Fornecedores: Análise Multicritério

A condução ou gerenciamento eficaz da cadeia de suprimentos pode vir a fornecer importante fonte de vantagem competitiva. A área de suprimentos é hoje entendida e cobrada como uma das responsáveis pelos resultados da empresa.

Dentro desse contexto, avaliar um grupo de fornecedores e selecionar um ou mais deles ganha nova dimensão. Essa atividade, antes considerada como simples, pois era fundamentada em poucas alternativas, passa a ser entendida como uma tarefa complexa, tendo em vista os vários critérios devem ser considerados no processo de tomada de decisão.

A tomada de decisão relativa à efetivação das compras de materiais e contratação de serviços nas organizações exige a análise de uma série de critérios, que vão desde os mais simples e corriqueiros, como o atendimento a requisitos e especificações técnicas até os mais complexos envolvendo aspectos culturais, acordos globais de fornecimento, entre outros.

Uma decisão pode se tornar bastante difícil graças a uma série de fatores: sua complexidade intrínseca, eventuais incertezas inerentes à própria situação, necessidade de atender a múltiplos objetivos, que nem sempre apontam para a mesma direção, entre outros.

Diante deste cenário, torna-se essencial a existência de uma metodologia de apoio à tomada de decisão.

Os métodos multicritério são métodos científicos que consideram a subjetividade dos decisores e têm a “finalidade de possibilitar a transparência e a sistematização do processo referente aos problemas de tomada decisão”.

Torna-se importante ressaltar que o sucesso das decisões depende não somente da técnica aplicada, mas também da habilidade do decisor e da relação entre os interesses envolvidos e o peso das considerações que são feitas.

A Análise de Decisões não é, portanto, a ciência objetiva de encontrar a melhor decisão. É um processo que procura ajudar as pessoas a compreender e resolver problemas difíceis, levando em consideração seus valores pessoais, desejos, informações disponíveis e o ambiente de incertezas aceitáveis.

Referência:

Seleção e Priorização de Fornecedores Aplicada a Indústria Siderúrgica: Análise Multicritério pelo Método Todim / Alexandre Caldas Grangeiro – Rio de Janeiro: Faculdades Ibmec, 2010.

Alexandre Grangeiro
Professional with years of experience in commercial negotiation and solid experience in procurement, budgeting and sales of materials and services; Strong knowledge of contract management of large commercial and negotiation; Consolidated experience in supply chain, passing through areas of import of equipment and spare parts, supplies of raw materials and consumables in general;

ARTIGOS RELACIONADOS

spot_img

MAIS ARTIGOS

14 Critérios essenciais para a correta seleção de um...

14 Critérios essenciais para a correta seleção de um software de E-procurement 01 - Full...

As 10 competências essenciais do profissional de compras

As 10 competências essenciais do profissional de compras No último Fórum Econômico Mundial realizado em...

Procurement e o 5G?

Procurement e o 5G? O 5G permite que as empresas executem operações com mais eficiência,...

Tendências inovadoras em tecnologia para as Cadeias de Suprimentos

Tendências inovadoras em tecnologia para as Cadeias de Suprimentos Conheça as tendências inovadoras em tecnologia...

Revenue Management – Gestão de Rentabilidade – Receitas

Revenue Management - Gestão de Rentabilidade - Receitas Pesquisas que integram preços e gestão de...

ESG em Procurement?

ESG em Procurement? Afinal, como devemos abraçar e fazer acontecer? 15 tópicos importantes para...

MAIS ACESSADOS

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui