Comprador, você é criativo?

Comprador, você é criativo?

Essa é uma pergunta importante a se fazer se você trabalha na área de compras. Afinal, a criatividade é uma habilidade valiosa e cada vez mais importante para se destacar no mercado de trabalho.

Não é à toa que uma pesquisa do Fórum Econômico Mundial em “The Future of Jobs Report” (2020), tenha listado a criatividade como a quinta habilidade comportamental mais valorizada pelas empresas até 2025.

Embora muitos pensem que a criatividade é uma habilidade exclusiva de artistas, a verdade é que ela é essencial para o nosso dia-a-dia de compras.

A criatividade é o que nos permite buscar novas iniciativas de redução de custo, solucionar problemas complexos, ou mesmo, identificar e gerenciar os riscos associados a cadeia de suprimentos.

Um comprador criativo sabe criar novas abordagens de negociação, buscar alternativas de fornecimento ou produtos substitutos, explorar o mercado em busca de novidades, além de estar sempre atualizado sobre as mudanças e tendências.

Mas afinal, como um comprador pode ser criativo? Primeiro, abandone a ideia que você não é criativo.

Diferente do que muitos acreditam, criatividade não é um talento nato. É possível aprender a ser criativo!

No treinamento de Engenharia e Análise de Valor que ministro na Procurement Garage, costumo apresentar um vídeo sobre criatividade que adoro e convido vocês assistirem:

No vídeo, a renomada pesquisadora e professora da Universidade de Stanford, Tina Seelig, apresenta um modelo chamado “Máquina da Inovação” que ajuda a liberar a criatividade.

Ela aborda seis fatores que podem desenvolver a sua criatividade, são eles: fatores internos (conhecimento, imaginação e atitude) e externos (recursos, habitat e cultura).

Para ser criativo esteja aberto a novas ideias e perspectivas. Saia da rotina, desafie o óbvio.

Conheça seus fornecedores – eles sempre são boas fontes de ideias. Amplie suas experiências – visite feiras, esteja mais no “chão de fábrica” (é lá que as coisas acontecem), conheça mais sobre os produtos de sua empresa, sobre os materiais ou serviços que compra, interaja com seus “clientes” internos (escute mais as suas necessidades), participe de treinamentos, fóruns de compras e mantenha-se atualizado.

Então, comprador, ser criativo só depende de você! Não tenha medo de explorar sua criatividade e descobrir todo o seu potencial.

Marcele Schmidt
Procurement Manager | Senior Procurement Consultant | + posts
spot_imgspot_img

Receber Newsletter

Artigos Relacionados

FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais Parte 3

FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais Parte 3 Nos dois primeiros...

Podemos ir além de pedir descontos e negociar estrategicamente!

Podemos ir além de pedir descontos e negociar estrategicamente! Embora...

FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais Parte 2

Implementação do FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais Parte 2 No...

5 estratégias para Compras e Contratações para a área de Marketing!

5 estratégias para Compras e Contratações para a área...

FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais – Parte 1

FRAME AGREEMENT – Conceitos Fundamentais - Parte 1 FRAME AGREEMENT...
spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui