O seu futuro como profissional da área de compras

O seu futuro como profissional da área de compras

As grandes movimentações do mercado são geradas pelas melhores práticas de organizações que vislumbram oportunidades onde a maioria apenas vê problemas insolúveis ou patina sobre as mesmas soluções.

São fruto do desenvolvimento de tecnologias, estruturas e inovações de empresas que estão atentas às tendências, mas, acima de tudo, contam com equipes bem preparadas para encarar desafios. 

Perceber as disrupções requer atenção constante, mas raramente são imprevisíveis e chegam sem dar aviso prévio.

Para quem atua nas áreas de compras e Procurement, é primordial atuar de maneira integrada com a cadeia de suprimentos e fazer uma gestão de excelência de seus processos internos e externos. 

Dessa forma, os solavancos decorrentes das mudanças do mercado são marcadamente mais fluídos e administráveis.

E geram o que economista austríaco Joseph Schumpeter chamou de Destruição Criativa. Conceito para definir as transformações que ocorrem no mundo do capitalismo, que segundo ele jamais podem ser estáticas, precisam estar em constante evolução. 

Trazendo para a atualidade é só observarmos quando itens passaram a ser diariamente deixados de lado com a evolução dos smartphones na última década.

As calculadoras, as lanternas, os multímetros, os livros, os CDs e até o que entendíamos como “telefone fixo” foram incorporados por esse equipamento que vive acoplado às pessoas. 

O e-commerce brasileiro é outro bom exemplo. Não para de crescer e está engolindo empresas que estavam há muito tempo consolidadas no mercado.

Apresentou um crescimento de 12,6% no 1º trimestre de 2022, o que representa um faturamento de R$ 39,6 bilhões.

Houve também alta no número de pedidos, que totalizou 89,7 milhões de compras online, uma elevação de 14% em comparação aos três primeiros meses de 2021. E, a expectativa é de que esse número atinja os 21% e totalize U$5,5 trilhões no mundo todo. 

O ponto é que toda essa evolução do mercado é feita por pessoas que decidem participar da ruptura, estão sempre participando de ações de benchmarking e trabalham no campo da execução de boas ideias.

Em compras, o crescimento profissional passa pela mudança do transacional, ou seja, da atuação tática e operacional para a estratégica.

Quer embarcar nessa onda? Aprofunde constantemente seus conhecimentos para não ficar de fora.

Comece aprendendo tudo que puder sobre Spend Analysis, Strategic Sourcing e Gestão de Categorias, Fornecedores e Contratos.

Só isso já será um grande avanço na sua carreira. 

Mas saiba que para ser um profissional bem preparado você precisará conhecer bem as principais ferramentas usadas em Procurement.

A gestão de categorias, por exemplo, é a segmentação de gastos em grupos separados para materiais, produtos e serviços de forma que as empresas possam consolidar demandas e realizar melhores negociações em compras, o que certamente resulta em eficiência e redução de custos.

Pode ser realizada com base em critérios como tipo de itens, valores, fornecedores, volume, prazo de entrega etc.

Ou seja, em Baseline e Spend Analysis. Nesse processo, podem ser usadas metodologias como a classificação de materiais ou análise da curva ABC (aplicação de Pareto -80/20).

A matriz SWOT, que é mais simples, também é muito usada na gestão de categorias, pois facilita constatar que aspectos relevantes de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças que devem ser avaliados em cada categoria de compras.

Já as 5 forças de Porter permitem para ter uma visão mais ampla da estratégia a ser aplicada em cada compra por meio da análise de produtos substitutos, fornecedores, novos entrantes e o poder de barganha dos compradores. 

Conhecendo essas metodologias, você já consegue contribuir ativamente com a área de compras da sua empresa, apontando em qual categoria há um acúmulo de altos níveis de despesas e em qual a equipe deve colocar mais energia para aprimorar o processo de compras.

A gestão de categorias dá uma visão mais ampla sobre toda a cadeia de suprimentos é um bom ponto de partida para implementar planos estratégicos alinhados com os princípios de Strategic Sourcing.

A seguir, para ter uma percepção mais detalhado da cadeia de abastecimento, você pode estudar a sua organização com base em outras metodologias.

Há uma dezena delas capazes de contribuir com a qualidade do seu trabalho: Análise PESTAL, Matriz Kraljic, Market Intel, Matriz de Gestão de Fornecedores, etc.

Há muito conteúdo compartilhado on-line sobre a área de compras. Há lives, cursos gratuitos e muitos vídeos.

Invista no seu desenvolvimento e acompanhe com mais leveza as tendências do mercado.

Já ouviu falar de lifelong learning, de aprendizado ao longo da vida? É a única forma de acompanhar a dinâmica do mercado.

O seu futuro profissional da área de compras já está sendo desenhado hoje, assim como as profissões do futuro.

Fontes: 

+55 11 4040-7391 | comercial@procurementgarage.com | Website | + posts

A Procurement Garage (PG) é uma consultoria que possui mais de 30 anos de expertise nas áreas de Procurement, Supply Chain e Logística.

Estamos empenhados em te ajudar a reduzir drasticamente as tarefas operacionais e melhorar a experiência nas interações com os fornecedores, stakeholders e liderança junto ao time de Suprimentos.

spot_imgspot_img

Receber Newsletter

Artigos Relacionados

Entrevista com Ramon Farias

Entrevista com Ramon Farias O Blog na Garage entrevistou o...

Recursos Humanos e a Evolução do ESG

Recursos Humanos e a Evolução do ESG Você já se...

Não economize em sua carreira

Não economize em sua carreira Profissional de compras, o ano...

A Importância Vital de um CPO para o Sucesso em Procurement

A Importância Vital de um CPO para o Sucesso...
spot_imgspot_img
Procurement Garage
Procurement Garagehttps://procurementgarage.com/
A Procurement Garage (PG) é uma consultoria que possui mais de 30 anos de expertise nas áreas de Procurement, Supply Chain e Logística. Estamos empenhados em te ajudar a reduzir drasticamente as tarefas operacionais e melhorar a experiência nas interações com os fornecedores, stakeholders e liderança junto ao time de Suprimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui