“Nada se perde!”

“Nada se perde!”

Li recentemente um artigo interessantíssimo da incrível Brené Brown, autora de diversos bestsellers, dos quais destaco “A coragem de ser imperfeito”.

Se você ainda não leu, não sabe o que está perdendo. O livro é de uma sensibilidade extrema e reforça a importância de admitirmos nossas fraquezas, dúvidas e incertezas.

Ao contrário do que muitos pensam e dizem, só os fortes admitem suas vulnerabilidades.

Neste artigo, Brené Brown dá uma dica de ouro para quem trabalha: seja curioso(a)! Queira saber de tudo um pouco, não pare de aprender, siga perguntando, observando e compartilhando seus aprendizados.

O que isso tem a ver com as Marcas e as Empresas?

Tudo! Empresas são construídas e geridas por pessoas, que são imperfeitas e vulneráveis. Marcas são criadas e geridas por pessoas e, portanto, passam por imperfeições, crises, mudanças e ajustes.

Líderes e gestores de marcas devem estar sempre em busca de inovação, de conhecimento e de novas experiências que tragam novos consumidores.

Quando a autora diz que “Nada se perde!”, ela nos encoraja a experimentar, a ousar, sem temer o erro.

Se você é um gestor de marca e tem o saudável hábito de ser curioso, tenha a certeza de que nenhuma experiência se perde. Conhecimento se absorve, se soma e se compartilha com a sua comunidade.

Dentro e fora das empresas, a curiosidade impulsiona e conduz à inovação.

O que as Marcas e as Empresas levarão dos últimos 2 anos e meio, em que vivemos sob tantas incertezas e mudanças impostas pela pandemia do Covid-19?

Quantas experiências se tornaram necessárias e quantas levaram a insights disruptivos? Quantas soluções emergenciais têm sido transformadas em processos e, ao serem implementadas, trarão resultados significativos para as Empresas?

Dos aprendizados do período 2020-2022, certamente nada se perderá.

Marcas e empresas cresceram com todas as experiências vividas no período, apesar das dificuldades e desafios impostos, e terão a oportunidade de continuar se reinventando nos anos seguintes, colocando em prática todos esses aprendizados.

Portanto, que nada se perca. Que a pandemia tenha sido apenas uma desafiadora oportunidade de mudança e, principalmente, de evolução das marcas e das empresas.

Sócia da C2 Consultoria em Gestão de Negócios, Marketing e Comunicação, e atua como Consultora, Coach, Mentora e Palestrante | + posts

Consultora de Marketing, Negócios e Comunicação, Palestrante, Coach e Mestranda na UFP, Porto

spot_imgspot_img

Receber Newsletter

Artigos Relacionados

Inovação aberta em compras: a importância da colaboração e parcerias estratégicas

Inovação aberta em compras: a importância da colaboração e...

Soft Skills: A Diferença Entre Estagnação e Realização

Soft Skills: A Diferença Entre Estagnação e Realização Eu tenho...

A importância do Compliance em Compras

A importância do Compliance em Compras Antes de iniciar esta...

Os Desafios na Coordenação e Gerenciamento de Equipes de Compras!

Os Desafios na Coordenação e Gerenciamento de Equipes de...
spot_imgspot_img
Vania Carvalho
Vania Carvalho
Consultora de Marketing, Negócios e Comunicação, Palestrante, Coach e Mestranda na UFP, Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui