O que se espera do profissional de Compras em 2024?

O que se espera do profissional de Compras em 2024?

Três competências que você precisa ficar de olho.

O aumento da demanda de profissionais qualificados no mercado de trabalho já é uma
realidade. E na área de Procurement?

Quais são as tendências no mercado de trabalho? Que mudanças estão sendo
aguardadas?

Há mudanças significativas vindo por aí em Procurement no mundo todo. Mas uma coisa é
certa: a área de Procurement/Compras precisa mais do que nunca que o profissional se
torne o protagonista nestas mudanças.

Vou citar um exemplo de protagonismo da área de compras que vivi recentemente. Eu sou
CEO da Fala Company, empresa fundada em 1991 na Holanda, e em 1997 no Brasil.

Oferecemos serviços em 3 pilares: idiomas, coaching e treinamentos/palestras para a
L’oréal. Em novembro, fomos convidados para o 12º evento fornecedor da L’oréal e como o
nome sugere se refere aos fornecedores – nos sentimos muito orgulhosos.

Premio Fala - Blog Na Garage

Afinal, lá percebemos claramente o protagonismo da área de compras, afinal eram somente fornecedores e a área de compras presentes. Evento só deles!

E qual foi a nossa surpresa? Não sabíamos que haveria um Prêmio! Fomos escolhidos pela
área de RH e recebemos o Prêmio Melhores Fornecedores em Serviços de RH da L’oréal!

O time de Compras nos encantou e mostrou claramente o protagonismo dentro da empresa.

Mas há mais a se fazer para os profissionais de compras, além de se tornarem
protagonistas de sua própria história.

Veja as 3 competências que separei para você se destacar em 2024.

Conhecimento e interesse por ESG

O profissional de compras que tiver interesse em ESG (Environmental, Social and
Governance) e o entendimento do impacto do ESG na cadeia de suprimentos e
fornecedores será de grande valor para as organizações.

Reflita: que impactos positivos e negativos sua cadeia de suprimentos geram no meio
ambiente e na sociedade?

São por meio dessas e outras perguntas que você pode iniciar o planejamento de ações voltadas para o ESG em compras, atualmente uma questão de sobrevivência para as empresas.

Por onde começar? Estudando ESG e entendendo seus impactos, você pode filtrar
fornecedores com a preocupação com o meio ambiente, com o social, além de práticas de
diversidade e inclusão, ética e governança.

E você consegue demonstrar que é uma jornada de transformação dos negócios, porque envolve a construção de um mundo inclusivo, ético e ambientalmente sustentável.

Recomende a sua área de compras que crie metas claras para desenvolver e implementar
práticas de negócios que alinhem lucro, propósito e transparência. Ser o patrocinador
dessas ações pode elevar você a outro patamar profissional.

Utilização de IA em compras

Qual é o grande desafio em compras, assim como em outras áreas? Inovação e o uso de
Inteligência Artificial. Em 2024, o profissional da área de compras precisará acessar as
mais recentes inovações, especialmente a IA.

Nas recentes descobertas, fica claro que a IA já está gerando mudanças transformadoras
na forma como os processos de aquisição e as cadeias de suprimento funcionam,
proporcionando redução substancial de custos.

Se IA mudou o mundo, você precisa acompanhar essas mudanças e conhecer uma a uma das formas de como o IA pode ajudar a desenvolver a aprimorar a sua área.

Como o profissional de compras pode propor o uso de IA na empresa?

Primeiro, você precisa vender ideias: o profissional de compras também vende. Neste caso,
vender a ideia de alocar recursos para investir em tecnologias de IA adaptadas aos
processos de aquisição, a fim de obter redução de custos e eficiência operacional.

Como também garantir a integração e a análise eficaz de dados em tempo real para estabelecer as bases para insights orientados por IA e melhorias de processos.

Por fim, você precisa explorar oportunidades de colaboração com as partes interessadas da
cadeia de suprimentos, aproveitando a IA para facilitar a comunicação e a cooperação.

E trabalhar seu upskilling (qualificação) e reskilling (requalificação), ou seja, investir em seu desenvolvimento e treinar as competências necessárias para trabalhar de forma eficaz,
utilizando os recursos de IA.

Ser proativo + ativo no desenvolvimento da cadeia de fornecedores

Uma competência essencial na área de compras é a busca proativa de fornecedores. Ser
proativo ajuda a avaliar os possíveis desafios da cadeia de suprimentos como um todo e a identificar os riscos que podem afetar a entrega imediata do seu produto aos seus clientes.

E, quanto mais proatividade, mais trabalhará outras competências como comunicação entre
áreas e accountability (auto-responsabilização pelos resultados).

O mundo mostra que os principais problemas da cadeia de suprimentos em 2023 ficaram
para trás, mas a inflação elevada ainda não.

Além disso, questões geopolíticas como as que estamos a ver nas guerras na Rússia-Ucrânia e em Israel e Gaza também podem afetar negativamente as cadeias de suprimento globais e a disponibilidade de matérias-primas.

Se você quer se destacar, fique atento e esteja atualizado para buscar com constância e integrar fornecedores alternativos.

Impacto: o planejamento proativo deve ser a nova norma e não a exceção

Ser proativo ao lidar com desafios na área de compras dará aos profissionais uma
vantagem clara sobre aqueles que são continuamente reativos quando surgem problemas
nas suas operações.

E como ser proativo pode ajudar você a lidar com as interrupções da cadeia de suprimentos?

Usar tecnologia inteligente para fazer simulações é uma ótima maneira de se
preparar para problemas futuros. Ajuda a identificar pontos fracos ou problemas no cenário
de fornecedores e na cadeia de suprimentos antes que surja um problema real, mitigando
riscos futuros.

Além disso, você precisa estar preparado para fazer contato, estreitar laços, visitar, negociar e integrar fornecedores. Afinal, são os fornecedores que os ajudam a atingir as suas metas.

Agora é com você! Por onde vai começar a trabalhar suas competências?

 

CEO Fala Company | Master Coach | Especialista LinkedIn | + posts

Vera Lorenzo, CEO da Fala Company, é fluente em cinco idiomas e especialista em Coaching e Liderança, com mais de 30 anos de atuação. Mestre em oratória, possui cinco formações internacionais em Coaching, além de expertise em Storytelling, Design Thinking, Voice Coach, PNL e Assessment DISC + Valores. Vera também é autora dos livros “50 Coisas para Fazer Antes dos 50” e “Mulheres que Transformam I e II”.

spot_imgspot_img

Receber Newsletter

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img
Vera Lorenzo
Vera Lorenzo
Vera Lorenzo, CEO da Fala Company, é fluente em cinco idiomas e especialista em Coaching e Liderança, com mais de 30 anos de atuação. Mestre em oratória, possui cinco formações internacionais em Coaching, além de expertise em Storytelling, Design Thinking, Voice Coach, PNL e Assessment DISC + Valores. Vera também é autora dos livros “50 Coisas para Fazer Antes dos 50” e “Mulheres que Transformam I e II”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui