A gestão eficaz dos clientes internos

A gestão eficaz dos clientes internos

A Gestão dos clientes internos é crucial em compras, garantindo uma colaboração e resultados de projetos bem-sucedidos.
As principais práticas recomendadas incluem:

1 – Identificação e Análise

Identifique minuciosamente todas as áreas e pessoas envolvidas no processo de compras.
Analise seus interesses, influência e impacto potencial no projeto.

2 – Estratégia de comunicação

Desenvolva um plano de comunicação claro e adaptado a cada grupo e perfil.
Atualize regularmente os stakeholders (clientes internos) sobre o progresso, os riscos e as conquistas de cada projeto.

3 – Engajamento e Envolvimento

Promova o envolvimento deles na tomada de decisões, quando aplicável.
Busque feedback para abordar preocupações e fazer ajustes para melhorar a colaboração.

4 – Compreendendo as necessidades dos Stakeholders

Entenda as necessidades e expectativas exclusivas de cada área interna.
Alinhe as estratégias de Procurement com essas necessidades para maximizar a satisfação.

5 – Gerenciamento de riscos

Antecipe e mitigue potenciais conflitos entre todos os envolvidos, isso é fundamental e inteligente.
Desenvolva planos de contingência para enfrentar desafios imprevistos.

6 – Transparência e Integridade

Mantenha a transparência em todos os processos de compras.
Manter os mais altos padrões éticos para construir a confiança é primordial.

7 – Adaptabilidade e flexibilidade

Seja adaptável às mudanças e aberto aos feedbacks.
Ajuste as estratégias e planos conforme necessário para acomodar as circunstâncias em constante evolução.

8 – Utilização de tecnologia

Aproveite a tecnologia para comunicação e colaboração eficientes.
Implemente software de compras e-Procurement para agilizar processos e aumentar a visibilidade.

9 – Educação e treinamento

Forneça treinamentos, Workshops e informações relevantes.
Garantir uma compreensão compartilhada dos processos e objetivos de compras é chave para o sucesso da relação.

10 – Medição de desempenho

Estabeleça indicadores-chave de desempenho (KPIs) para avaliar a satisfação dos Clientes internos.
Avalie e ajuste regularmente as estratégias com base no feedback de desempenho.
Ao aderir a estas melhores práticas, os profissionais de compras podem construir relacionamentos sólidos e melhorar as chances de sucesso de cada projeto e contribuir para a eficácia organizacional e se destacando por ter essa estratégia, conduta e gestão de clientes internos.
CEO at Procurement Garage | leonardo.alexander@procurementgarage.com | + posts

Mais de 30 anos de experiência sendo Head de Suprimentos na AmBev/AB-InBev, P&G (Consumer Goods), B. Braun (Farma) e LATAM Head of Supply Chain Planning & Performance na BP (British Petroleum).

Graduado em comércio exterior, extensão pela Columbia University e MIT ACE Program.

spot_imgspot_img

Receber Newsletter

Artigos Relacionados

Você já ouviu falar sobre o Efeito Dominó em Compras?

Você já ouviu falar sobre o Efeito Dominó em...

Mindset dos Vendedores em Relação aos Compradores Profissionais

Mindset dos Vendedores em Relação aos Compradores Profissionais: Um...

A Importância do Change Management na Transformação Digital de Procurement

A Importância do change management na transformação digital de...

5 principais irregularidades encontradas durante a fiscalização de contratos e como mitigá-las

5 principais irregularidades encontradas durante a fiscalização de contratos...

Aplicando o Kanban em Procurement!

Aplicando o Kanban em Procurement! Um guia para otimizar...
spot_imgspot_img
Leonardo Alexander
Leonardo Alexander
Mais de 30 anos de experiência sendo Head de Suprimentos na AmBev/AB-InBev, P&G (Consumer Goods), B. Braun (Farma) e LATAM Head of Supply Chain Planning & Performance na BP (British Petroleum). Graduado em comércio exterior, extensão pela Columbia University e MIT ACE Program.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui