Venda de Inservíveis e Sucata por Suprimentos – Procurement 

Venda de Inservíveis e Sucata por Suprimentos – Procurement

Lixo, mais Lixo? Será que é isso mesmo?
A Venda de Inservíveis, sobra de estoque obsoleto e sucata é na verdade além de uma boa fonte de receita, reduz o problema de um estoque físico sem utilidade, custos e riscos as pessoas e a empresa além de ser amigável ao ESG (sigla em inglês para Meio Ambiente, Responsabilidade Social e Governança corporativa)
Muito importante ter em sua Política de Compras o capítulo de venda para esses materiais.
Com o fluxo do processo bem definido, matriz RASCI, Alçadas de aprovação, baixa do material, etc, e a forma de tratar a venda desses materiais.
O Descarte de produtos contaminantes e perigosos por exemplo requer o cumprimento de normas ambientais e de segurança rigorosos. Incluindo a logística dos mesmos. No Oil & Gas tem o Repetro.
São vários os fatores que influenciam os valores nas negociações na hora da venda e compra das sucatas em geral, ou seja:

a) Tipo de material

Ferroso, não ferroso, bens móveis, veículos, máquinas e equipamentos inclusive de TI, papel, borracha, etc.

b) Estado do material

Se limpo ou sujo/misturado com outro tipo de material, superado tecnologicamente, quebrado, acidentado, etc.

c) Volume disponível 

d) Local

Onde se encontra o material disponível (endereço e acesso ao mesmo).

e) Variação da cotação do dólar

f) Tipos de licitações

Venda direta, anúncios em jornais, sites, carta convite, leilões ou concorrência.

g) Situação mercado

Lei da oferta e demanda
Sucata em Metal não se vende o lote por um único preço por KG. Pois cada material tem o seu preço de mercado, sejam eles:
  • Aço;
  • Alumínio;
  • Cobre;
  • Aço Inox;
  • Outros metais.
Existe uma “Bolsa” que informa os valores de referência no mercado e naquele momento como por exemplo a Tabela Nacional de Preços de Sucata.
Materiais Plásticos devem ser também separados.

Busque identificar as Melhores Práticas de mercado.

  • Faça benchmarking!
  • Consulte especialistas!
  • Existem empresas que intermediam a troca desses materiais sem uso para você e por outros que você necessita.
  • Você faz tudo Online.
  • Gerir bem o descarte desse material que pode ser precioso requer conhecimento técnico e das Melhores Práticas.
  • Não se pode vender apenas para resolver um Problema.
  • Pensar Fora da Caixa, ou sem Caixa como prefiro falar é fundamental.

Pense na regra dos 3 Rs também:

  1. Reduzir
  2. Reutilizar
  3. Reciclar
Muito cuidado na escolha do seu (s) Parceiro (s) que irá (ão) comprar esse material e dar um destino aos mesmos.
Existem muitas empresas sérias mas nem todas são cumpridoras das normas e procedimentos corretos e conforme define a legislação.
ESG também se aplica a esses materiais.
Faça parcerias com ONGs e Startups que possuem Coleta, Reutilização e Reciclagem e além de trazer esses benefícios, a sua empresa colabora com o Social além do Meio Ambiente.
Pense em um Green Procurement!
Adote as Melhores Práticas e seja ESG na veia.
Venha para a Garage!
Leonardo Alexander
Mais de 30 anos de experiência sendo Head de Suprimentos na AmBev/AB-InBev, P&G (Consumer Goods), B. Braun (Farma) e LATAM Head of Supply Chain Planning & Performance na BP (British Petroleum). Graduado em comércio exterior, extensão pela Columbia University e MIT ACE Program.

ARTIGOS RELACIONADOS

spot_img

MAIS ARTIGOS

7 passos para se ter sucesso no Strategic Sourcing

7 passos para se ter sucesso no Strategic Sourcing Como você desenvolve e nutre parcerias...

Qual a diferença entre TOTAL COST OF OWNERSHIP e...

Qual a diferença entre TOTAL COST OF OWNERSHIP e COST BREAKDOWN? TOTAL COST OF OWNERSHIP...

Quer tirar ideias do papel profissional de Compras? Conheça...

Quer tirar ideias do papel profissional de Compras? Conheça os métodos de Elon Musk! Quer...

As competências essenciais do comprador estratégico – Gestão do...

As competências essenciais do comprador estratégico - Gestão do Tempo No artigo anterior, Comprador Estratégico...

COMPRAS – Uma das áreas mais estratégicas da sua...

COMPRAS – Uma das áreas mais estratégicas da sua empresa! Compras ou Suprimentos, mais conhecidos...

Procurement e Purchasing – Quais são as diferenças?

Saiba por que Procurement e Purchasing não são a mesma coisa e como suas...

MAIS ACESSADOS

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui