Cadeia de suprimentos e sustentabilidade

Cadeia de suprimentos e sustentabilidade 

Essa ligação deve estar no radar das empresas para inovar, gerar renda e ter menos custos.

O modelo econômico tradicional de produção, baseado no conceito de economia linear, que consiste em extrair, produzir, usar e descartar, está com os dias contados.

Além de não levar em consideração que os recursos materiais e energéticos são finitos, promove a degradação ambiental, causa a destinação incorreta de resíduos, aumenta a competição por commodities, encarece o processo industrial e gera instabilidade ao mercado.

Reverter esse cenário tem sido um dos maiores desafios das empresas ao longo das últimas décadas.

Antes acreditava-se que para ter uma atuação sustentável bastava reciclar alguns insumos, reduzir o consumo de água e outras ações simples.

Mas hoje em dia, em tempos que as práticas ESG –  governança ambiental, social e corporativa – se tornaram um diferencial competitivo e ter um empenho genuíno para elevar o nível de responsabilidade ambiental tem sido mais do que necessário.

Mas será que é possível as indústrias aumentarem sua lucratividade e, ao mesmo tempo, reduzirem sua dependência de recursos naturais?

Como reverter os maus hábitos criados pela economia linear?

Inovando processos e repensando o ciclo de vida de produtos e insumos!

Ou seja, aderindo ao conceito de economia circular, modelo que tem se mostrado cada vez mais eficiente para ter uma atuação mais sustentável, pois propõe um novo olhar para a forma de produzir, consumir e descartar.

Desenvolvido com o intuito de otimizar os recursos do planeta e gerar cada vez menos resíduos, a economia circular propõe o equilíbrio entre o sistema econômico, a sociedade e o meio ambiente, de maneira que todos os materiais sejam mantidos dentro do ciclo produtivo pelo maior tempo possível por meio da reutilização, redução e reciclagem.

Para que a economia circular se transforme numa realidade, toda a sociedade e a economia de produção têm um papel importante a desempenhar.

É imprescindível criar um verdadeiro círculo colaborativo, que se alimente de si mesmo e ajude a regenerar o planeta.

Desempenho e Custos

Segundo uma pesquisa da McKinsey, realizada a partir da análise de 28 indústrias, as maiores oportunidades de melhoria possivelmente possam ser encontradas dentro das cadeias de suprimentos.

O estudo revela que as indústrias que adotaram de três a quatro medidas baseadas em economia circular melhoraram seu desempenho e reduziram custos.

Cadeia de suprimentos e sustentabilidade - Gráfico

Por medidas, nesse caso, entende-se passar a usar energias renováveis, promover o compartilhamento de produtos ou prolongar a vida útil deles por meio de manutenção, melhorar a eficiência do produto, manter componentes e materiais em “circuitos fechados” por meio de remanufatura e reciclagem, entregar bens e serviços em versões digitais, substituir insumos por materiais renováveis e aplicar novas tecnologias como impressão 3D, entre outras.

O setor de consumo global, por exemplo, deverá crescer 5% ao ano nas próximas duas décadas, porém os problemas ambientais e sociais que elas desencadeiam são uma ameaça à sustentabilidade do planeta.

Cadeia de suprimentos e sustentabilidade - Gráfico 2

E, de acordo com o estudo, as oportunidades de melhoria para esse setor provavelmente estão presentes na cadeia de suprimentos, visto que normalmente respondem por 80% das emissões de gases de efeito estufa e mais de 90% de seu impacto no ar, terra, água e biodiversidade.

Quem são seus fornecedores?

Para contribuir com a economia circular, a cadeia de suprimentos deve priorizar a seleção de fornecedores ecologicamente responsáveis, que utilizam consciente e reduzidamente de recursos naturais, que elaboram produtos que possam ser reaproveitados pelo consumidor ou pela indústria e assim por diante.

Nesse contexto, as áreas de compras nas empresas têm um papel cada vez mais estratégico, afinal são elas que determinam quais são os fornecedores com melhores práticas na cadeia de suprimentos.

As empresas que atuam com base na metodologia Strategic Sourcing, em geral, são as que tendem a se aprofundar mais na homologação de fornecedores, pois utilizam ferramentas específicas para analisar não somente os aspectos técnicos, mas também fatores vinculados à sustentabilidade como os processos de fabricação que fazem bom uso de recursos naturais e se as rotas de entregas são otimizadas.

Para que a economia circular apresente bons resultados é necessário que todos os atores da cadeia de suprimentos estejam envolvidos: quem produz, quem transporta, quem consome e quem faz a gestão dos resíduos.

Todos são responsáveis por construir soluções e processos sustentáveis. 

Quando todas empresas estiverem de fato comprometidas a só comprar de quem atua com base em princípios ESG, a economia circular acontecerá de uma maneira mais natural e o futuro do planeta será mais sustentável.

Ao menos, por enquanto, tudo indica que estamos no caminho certo, visto que o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE da B3), que inclui empresas comprometidas com as melhores práticas ESG no mercado brasileiro, obteve um crescimento de 267,05% contra 228,42% do Ibovespa (principal índice de ações negociadas na B3) – diferença de 38,63% a favor do ISE B3, no acumulado entre em dezembro de 2005 (quando foi o ISE foi criado) e dezembro de 2021.

Fontes:

+55 11 4040-7391 | comercial@procurementgarage.com | Website | + posts

A Procurement Garage (PG) é uma consultoria que possui mais de 30 anos de expertise nas áreas de Procurement, Supply Chain e Logística.

Estamos empenhados em te ajudar a reduzir drasticamente as tarefas operacionais e melhorar a experiência nas interações com os fornecedores, stakeholders e liderança junto ao time de Suprimentos.

spot_imgspot_img

Receber Newsletter

Artigos Relacionados

Inovação aberta em compras: a importância da colaboração e parcerias estratégicas

Inovação aberta em compras: a importância da colaboração e...

Soft Skills: A Diferença Entre Estagnação e Realização

Soft Skills: A Diferença Entre Estagnação e Realização Eu tenho...

A importância do Compliance em Compras

A importância do Compliance em Compras Antes de iniciar esta...

Os Desafios na Coordenação e Gerenciamento de Equipes de Compras!

Os Desafios na Coordenação e Gerenciamento de Equipes de...
spot_imgspot_img
Procurement Garage
Procurement Garagehttps://procurementgarage.com/
A Procurement Garage (PG) é uma consultoria que possui mais de 30 anos de expertise nas áreas de Procurement, Supply Chain e Logística. Estamos empenhados em te ajudar a reduzir drasticamente as tarefas operacionais e melhorar a experiência nas interações com os fornecedores, stakeholders e liderança junto ao time de Suprimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui