A importância da governança dos savings

A importância da governança dos savings

A governança dos savings é um conjunto de processos, políticas e estruturas que visam garantir a efetividade, a sustentabilidade e perenidade dos savings, TCO e cost avoidance.

Naturalmente que deve fazer parte desde a elaboração da estratégia do strategic sourcing, sua captura e gestão do seu ciclo de vida e no respectivo contrato.

Ela é essencial para que as empresas e organizações possam maximizar seus resultados financeiros, sem comprometer a qualidade dos produtos ou serviços fornecidos.

quadro governanca dos savings - Blog Na Garage

Principais objetivos da governança dos savings

  • Alinhar os savings com as estratégias e objetivos da organização;
  • Promover a transparência e a accountability nos processos de obtenção das economias.

A governança dos savings é composta por quatro componentes principais:

1 – Liderança

A liderança é responsável por estabelecer a estratégia e a visão para a obtenção das economias, bem como por garantir o comprometimento e a participação de todos os envolvidos.

2 – Políticas e procedimentos

As políticas e procedimentos definem as diretrizes para a execução dos calendário de sourcing e métricas para definição e medição dos savings e ou cost avoidance.

Elas devem ser claras, concisas e fáceis de implementar.

3 – Processos

Os processos são responsáveis por garantir que os savings sejam alcançados de forma eficiente e eficaz. Eles devem ser bem documentados e padronizados.

4 – Recursos e Tecnologia

Os recursos necessários para a implementação dos programas de economias devem estar preparados, treinados, disponíveis e acessíveis.

As tecnologias atuais, como os modernos e-Procurement monitoram o ciclo de vida dos savings automaticamente, por exemplo.

Melhores práticas

A seguir, algumas boas práticas para a governança de economias:

  • Definir objetivos claros e mensuráveis
  • Estabelecer uma estrutura de governança adequada
  • Investir em treinamento e conscientização
  • Adotar uma abordagem holística – Os processos de captura de economias devem considerar todos os aspectos da empresa, incluindo supply chain, operações e finanças.
  • A governança dos savings é uma processo essencial para que as empresas possam maximizar seus resultados financeiros e melhorar sua competitividade.
  • Ao estabelecer uma estrutura de governança adequada e adotar boas práticas, as empresas e organizações podem garantir que suas economias sejam alcançadas de forma sustentável e eficaz.

Tendências para 2024

  • Em 2024 a integração com outras as áreas da empresa deve ser ainda maior, como supply chain, operações, controladoria e finanças.
  • A adoção de tecnologias além de automatizar os processos, gerir a captação, ciclo de vida dos savings e melhorar a eficiência, irá também identificar oportunidades de NOVAS economias automaticamente.
  • Foco em dados mais do que nunca, os dados precisam ter qualidade desde o spend analysis até a gestão do contrato.
  • Maior visibilidade e transparência dos resultados.
  • Impactos do ESG.
CEO at Procurement Garage | leonardo.alexander@procurementgarage.com | + posts

Mais de 30 anos de experiência sendo Head de Suprimentos na AmBev/AB-InBev, P&G (Consumer Goods), B. Braun (Farma) e LATAM Head of Supply Chain Planning & Performance na BP (British Petroleum).

Graduado em comércio exterior, extensão pela Columbia University e MIT ACE Program.

spot_imgspot_img

Receber Newsletter

Artigos Relacionados

Você já ouviu falar sobre o Efeito Dominó em Compras?

Você já ouviu falar sobre o Efeito Dominó em...

Mindset dos Vendedores em Relação aos Compradores Profissionais

Mindset dos Vendedores em Relação aos Compradores Profissionais: Um...

A Importância do Change Management na Transformação Digital de Procurement

A Importância do change management na transformação digital de...

5 principais irregularidades encontradas durante a fiscalização de contratos e como mitigá-las

5 principais irregularidades encontradas durante a fiscalização de contratos...

Aplicando o Kanban em Procurement!

Aplicando o Kanban em Procurement! Um guia para otimizar...
spot_imgspot_img
Leonardo Alexander
Leonardo Alexander
Mais de 30 anos de experiência sendo Head de Suprimentos na AmBev/AB-InBev, P&G (Consumer Goods), B. Braun (Farma) e LATAM Head of Supply Chain Planning & Performance na BP (British Petroleum). Graduado em comércio exterior, extensão pela Columbia University e MIT ACE Program.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui